Tudo Em Todo Lugar Ao Mesmo Tempo – Michele Yeoh no Yeohverso!

Tudo Em Todo Lugar Ao Mesmo Tempo – Michele Yeoh no Yeohverso!

Tudo Em Todo Lugar Ao Mesmo Tempo é uma comédia de ficção científica, que aborda temas como o multiverso e ao mesmo tempo, trás uma trama com profundidade que vai do drama, à ação em segundos. Acompanhe abaixo, nosso review SEM SPOILERS do filme.

Do que se trata Tudo Em Todo Lugar Ao Mesmo Tempo?

O que podemos falar desse filme é: Ele já nasceu um clássico do cinema! Se a academia do Oscar vai entender como eu entendi o filme, não sei. Mas, ele é muito mais que SciFi e porradaria.

O Elenco do filme é bem coeso e feito de pessoas experientes no cinema. A Protagonista da trama, Evelyn, é vivida pela maravilhosa atriz Michelle Yeoh (Justiça em Dose Dupla, O Tigre e o Dragão). Os personagens centrais que seguem Evelyn são seu marido Waymond, vivido por Ke Huy Quan (Os Goonies, Indiana Jones e o Templo da Perdição), seu pai Gong Gong, interpretado pela lenda do cinema James Hong (Os aventureios do Bairro Proibido) e sua filha Joy, interpretada por Stephanie Hsu (The Marvelous Mrs. Maisel). Além do núcleo principal, ainda temos a lendária Jamie Lee Curtis (Halloween), vivendo uma auditora de imposto de renda.

O enredo começa com uma Evelyn infeliz, totalmente atribulada, com seu casamento em problemas, seu negócio de Lavanderia fora de conformidade com a receita federal e sua filha, Joy, que possui um relacionamento com outra garota, não se entendendo mais com sua família. A partir daí, vemos que vários conceitos familiares e tradicionais são impostos à toda família, até mesmo em Evelyn, mas que causam um grande problema para a garota Joy, já que a mesma cresceu nos Estados Unidos e em uma época onde a sociedade tenta sair das amarras da tradicionalidade impeditiva.

Tudo Em Todo Lugar Ao Mesmo Tempo

Antes de um encontro com a Fiscal da Receita Federal (Jamie Lee Curtis), o marido de Evely, Waymond, do nada muda de uma atitude totalmente perdedora para como se fosse outra pessoa, coloca um dispositivo nos ouvidos de Evelyn e lhe fala coisas bem estranhas. Durante a fiscalização, um novo mundo se abre para Evelyn, um mundo de possibilidades e situações. Um verdadeiro MULTIVERSO! Evelyn então, descobre que existem outras versões de si mesmo em outros universos, que está sendo caçada por uma entidade multiversal e que pode, literalmente, acessar os poderes e habilidades de cada uma de suas versões (ainda vivas) deste multiverso. Cabe a Evelyn salvar sua família não só do assassino, mas também seu relacionamento conjugal, o relacionamento com sua filha e ao mesmo tempo, tentar resolver os problemas de seu negócio. O Título do filme ser Tudo Em Todo Lugar Ao Mesmo Tempo, faz muito sentido com essa trama.

As várias versões de Evelyn no filme. Multiverso à nível insano!

Uma Homenagem à carreira de Michelle Yeoh

Tudo Em Todo Lugar Ao Mesmo Tempo é um filme incrível. Mas muito mais que isso, ele é uma homenagem clara à carreira de Michelle Yeoh. Quase todas suas versões do multiverso, são relacionadas a um aspecto da carreira da Malaia. Desde à poderosa artista marcial, passando pela cantora e chegando na modelo Miss Malásia, o filme funciona melhor ainda pra quem já acompanha a carreira de Michelle desde sua explosiva estreia nos cinemas em um clássico do gênero Girls With Guns, Justiça em Dose Dupla de 1985.

Justiça em Dose Dupla, a estreia explosiva de Michelle no Cinema e começando o gênero Girls With Guns

É interessante notar que o filme, apesar de se apresentar como uma comédia, ter muitas cenas não só de comédia comum, como várias “non-sense”, tem uma carga dramática absurda entregue não só por Michelle, como também por Ke Huy Quan, que vive seu marido Waymond. Além de tudo, a ação do filme, que teve a direção certeira de Dan Kwan e Daniel Scheinert, mais conhecidos como “The Daniels“, é um prato cheio para todos os fãs de filme de ficção científica e de artes marciais.

Michelle praticando com a galera do Martial Club

As coreografias de luta do filme, ficaram a cargo da incrível equipe emergente do “Martial Club“, que é comandada pelos jovens e talentosos irmãos Andy Le e Bryan Le. O Martial Club já fez sua estreia em Hollywood auxiliando nas sequências de luta do filme Shang-Chi: A Lenda dos Dez Anéis da Marvel. Aliás, Michelle está totalmente em forma no filme, lutando demais. A cena de luta dela contra dos dois irmãos Le, é insana de boa (E engraçada!). Pra quem não conhece estes dois garotos e a revolução de artes marciais que estão fazendo atualmente nos filmes de luta para que são contratados, assistam o vídeo abaixo e conheçam o canal deles no youtube:

Um Show à parte dos irmãos Le

Insano de bom né? Dois irmão apaixonados pelos filmes de artes marciais clássicos e que estão fazendo de tudo pro nível subir novamente. Espere mais deles.

Outra coisa incrível, é todo o conceito de Multiverso em Tudo Em Todo Lugar Ao Mesmo Tempo. Ele é feito de uma forma muito criativa e fortalece todo o uso das capacidades interpretativas de Michelle, Ke Huy Quan e de Stephanie, que vive sua filha Joy. Aliás, todo o drama envolvido nisso, é mais uma coroa neste filme incrível. Vocês irão se impressionar.

Tudo Em Todo Lugar Ao Mesmo Tempo
Uma Verdadeira Homenagem à carreira da maior artista marcial do cinema asiático

Tudo Em Todo Lugar Ao Mesmo Tempo vale a pena?

SIIIIIIIIIIIIIIIM! Vale demais! De longe, o melhor filme do ano para este que vos escreve. Sou um fã da carreira de Michelle desde o início dos anos 90, e ver todas as suas facetas e habilidade de atuação neste filme, elevadas a uma forma tão alta, me deixou totalmente extasiado. Recomendo fortemente que assistam à esse filme.

Nota do Redator: 5,0/5,0

E aí? Estão empolgados para assistir? Comentem aí o que acharam de Tudo Em Todo Lugar Ao Mesmo Tempo.

Léo Palmieri

Léo Palmieri

Pai, marido, nerd. Fã do Surfista Prateado e do Superman, juntou uma equipe de super-pessoas para trabalhar no projeto Crossover NERD com o intuito de divulgar o belíssimo mundo geek!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.