fbpx

O Poço – A Lógica da Sobrevivência

O Poço, filme dirigido por Galder Gaztelu-Urrutia, conquistou o 1º lugar no ‘’Top 10 mais assistidos’’ da Netflix e está sendo muito comentado essa semana devido as indagações causadas no telespectador sobre o final da obra. Atualmente produções de origem espanhola, principalmente as séries, vêm fazendo muito sucesso entre os brasileiros e o Poço, é um sucesso absoluto.

O Poço

Do que se trata O Poço?

‘’O poço’’ conta a história de um lugar misterioso, uma prisão vertical sem acesso a luz do dia na qual os detentos dos andares de cima comem melhor do que os dos andares inferiores. Até que um dia um homem decide mudar isso.

Porque é importante assistir este filme?

A obra cumpre exatamente o que a arte propõe: além do lazer, a provocação, o tirar da zona de conforto. O fato do filme não colocar um final explicativo e deixar que o telespectador interprete por si só é o que mais me agrada, pois nos convida para o pensamento. Para quem leu algum dos meus outros reviews sabe que eu sou fã de filmes que envolvem criticas sociais, ‘’O poço’’ não foge disso.

O intuito da então chamada Centro Vertical de Autogestão, o tal ‘’poço’’, seria a de que todos tivessem a consciência de que podem comer o que tem no banquete, consumindo apenas o necessário, assim cada detento cada mês permanece em um nível, uma hora você está no 20 outra no 130. É aí que entra uma metáfora sobre a divisão de classes mais o egocentrismo, quem está nos níveis de cima não dá a mínima para quem está nos níveis de baixo, a forma na qual deveria ocorrer para que o sistema de alimentação funcione seria de que os que um dia estiveram no andar de baixo ao subirem lembrem das dificuldades que passaram não deixando então faltar para os demais, mas isso infelizmente não ocorre os colocando em um ecossistema totalmente nocivo a um ser humano.

O Poço

Conseguimos relacionar o filme até com o que está acontecendo atualmente sobre o COVID-19 e ligar novamente com o egoísmo e egocentrismo do ser. Há pessoas que, mesmo sabendo dos perigos e da fácil contaminação do vírus, saem de casa muitas vezes por simplesmente não se encaixarem no grupo de risco e não se importarem com aqueles que são, podendo assim contamina-los.

O filme tem relação com religião?

Bom, eu não tinha percebido até conversar com pessoas que viram o filme e fizeram essa teoria de que o personagem principal Goreng (Ivan Massagué) represente o messias para alguns, porque o que cabe a ele é passar uma mensagem aos outros detentos nem que custe a sua vida, tomando total consciência disso, além de referências bíblicas em alguns trechos do filme. Mas tudo, não passam de teorias.

E aí? Se assistiu o filme conte para nós o que achou! Obrigada e tchau!

Ana Maria Bortuluzzo

Ana Maria Bortuluzzo

Estudante, testemunha de Parasita, fã de filmes e séries que se juntou ao Crossover nerd pra espalhar mais sua paixão pela 7° arte.

%d blogueiros gostam disto: