Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa – Uma Experiência Única

Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa – Uma Experiência Única

Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa traz uma pura experiência de quadrinhos do Homem-Aranha para tela. Acompanhe nosso Review sem Spoilers do filme!

Antes, um detalhe…

Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa é um filme construído de forma única. Foi uma missão hercúlea falar deste filme sem se empolgar e muito mais, sem soltar algum spoiler. Mas, após escrever bastante no rascunho, cheguei ao um consenso, e o review vai seguir aquele meu padrão de perguntas e respostas para facilitar o entendimento dos pontos.

Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa

Qual o enredo de Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa?

Logo após os eventos de Homem-Aranha: Longe de Casa, onde o mundo descobriu que o Homem-Aranha é Peter Parker, nosso herói tem de lidar com a situação onde seus amigos e família são atingidos por suas ações como vigilante. O filme segue esta premissa, e todo “start” da aventura é regida por este motivo.

Sobre o enredo em si, aqui vão alguns detalhes: A introdução de J. Jonah Jameson traz o ar dos quadrinhos diretamente para tela. J.K. Simmons nasceu nasceu para esse papel. O trailer entregou muito pouco sobre a resolução de Peter indo atrás do Doutor Estranho para que o mesmo faça um feitiço de esquecimento. É tudo muito maior, os motivos de Peter são muito maiores do que aparentam e as consequências em si, são muito maiores. A vinda dos vilões dos outros filmes anteriores produzidos pela Sony e que já haviam sido mostrados no último trailer, também tem explicações e consequências que o filme explica de forma simples, mas eficaz. O enredo foi completamente montado em cima de tudo que foi feito do Homem-Aranha não só nos quadrinhos, mas relacionado ao cinema também.

O enredo tem algumas situações bizarras e preguiçosas, com acontecimentos que são explicados no famoso “Porque Sim!“. Não que isto atrapalhe a imersão no filme, mas quem assistiu com mais atenção à detalhes vai se incomodar um pouco. No mais, ele foi pensado para funcionar como algo grande, como acontece em Os Eternos (Já leu nosso review SEM SPOILERS de Os Eternos? Clique aqui para ler!)

Doutor Octopus como sempre, um show à parte!

As atuações convencem?

Além do já citado J.K. Simmons no papel de J. Jonah Jameson, nossa querida M.J. deste universo do MCU, Zendaya, está muito bem e com sua própria personalidade. Zendaya entrega um ótimo papel dramático e irreverente ao mesmo tempo. Jacob Batalon de Ned Leeds, continua como um ótimo alívio cômico, mas desta vez suas interações no filme vão fazer muitos fãs de quadrinhos e caçadores de referências, surtarem durante a reprodução do longa. Tom Holland, que já é um ótimo ator por si só em outros papéis que fez (Clique aqui para ler um review de um deles), teve desta vez um roteiro melhor trabalhado para o seu Homem-Aranha. Marisa Tomei como Tia May deu um show à parte e nosso amado Jon Favreau, entregou o seu melhor de sempre! As atuações subiram de nível, apesar de alguns detalhes do roteiro que às vezes, atrapalhou.

Quanto aos vilões do filme, todas as atuações foram completamente normais e trouxeram o que se esperava de seus atores. Porém, é impossível não citar que Willen Dafoe, continua ainda em seu auge e de longe, é um dos maiores atores que nosso mundo já viu!

Aliás, uma crítica que sempre fiz aos roteiros do MCU, é a mania de tratar determinadas figuras de seu universo como pessoas sem expressão ou até mesmo, bobas! O Aranha de Tom Holland sofreu isso nos filmes anteriores, assim como a atriz Brie Larsson sofreu com sua Capitã Marvel. O pior de tudo, é como isso é extremamente potencializado pelos fãs e muita gente é convencida por narrativas, até mesmo se utilizando de ideologias para prejudicar os atores. No episódio 59 do CrossoverCast, o Homem-Aranha nos Cinemas, falamos sobre como isso prejudica os artistas.

Vale lembrar, que o humor do filme está sob medida e sua carga dramática foi muito bem trabalhada.

Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa
Vilões antigos, mas com um trabalho muito melhor!

E as cenas de ação e pancadaria?

Bom… Aqui vão duas situações diferentes a se tratar.

Quanto as cenas de ação em si, são muito bem pensadas, com ótimos efeitos especiais e a cada filme que sai do Homem-Aranha nos cinemas, o CGI do personagem deixa de ser estilo “massinha clay“. Todos os efeitos especiais dos vilões foram muito bem produzidos em minha opinião, mas o destaque continua para o Doutor Octopus! É surpreendente como ele parece mais natural do que o próprio Homem-Aranha nas cenas de ação. Esperem muita destruição e acasos surpreendentes durante as cenas que em parte, são um deleite visual!

Mas… Ok! Vimos que as cenas de ação foram bacanas, mas e a PANCADARIA dentro das cenas de ação? Pois é… pra mim de longe, este foi o MAIOR PROBLEMA DO FILME. Às vezes, eu sinceramente não entendia nada de quem estava batendo em quem. Durante as cenas de combates em locais fechados, utilizaram o efeito mais preguiçoso já inventado no cinema para uma cena de luta: A CÂMERA TREMIDA! Isso irrita muito durante a reprodução e atrapalha muito quando queremos entender os movimentos dos inimigos e do próprio Homem-Aranha durante as lutas. Existem movimentos cinematográficos e no total estilo que ele faz nos quadrinhos aqui, mas a grande parte da pancadaria, tem esse artifício horrendo.

Fico extremamente chateado, pois a Disney/Marvel têm total condição de contratar bons coreógrafos, vide filmes como Capitão América: Soldado Invernal ou séries como a atual Gavião Arqueiro. Essas foram resoluções preguiçosas em meu ponto de vista, e desabonam a grandiosidade do filme.

Cenas de ação incríveis, mas que perdem um pouco de valor pelo uso contínuo da CÂMERA TREMIDA!

Vale a pena assistir Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa?

Sim… Vale demais! O marketing gerado baseado em hype criado pelos próprios fãs se mostrou um dos maiores sucessos de todos os tempos. O filme já é grande só por todo movimento midiático e da fanbase do herói. Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa mostra uma migração total do Homem-Aranha puxa-saco do Tony Stark (O maior problema de longe desta versão do Herói no MCU), para o Homem-Aranha que todos amamos e conhecemos: O Maior herói da Marvel Comics! Façam um favor a vocês! Assistam Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa!

Nota do redator: 4,5 / 5.

Léo Palmieri

Léo Palmieri

Pai, marido, nerd. Fã do Surfista Prateado e do Superman, juntou uma equipe de super-pessoas para trabalhar no projeto Crossover NERD com o intuito de divulgar o belíssimo mundo geek!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.