fbpx

CROSSOVER NERD – UM ANO DE VITÓRIAS

Ah… Crossover Nerd! É difícil começar este texto, sem me sentir emocionado…

Hoje o Crossover Nerd faz um ano de vida! Um projeto que começou por incentivo de amigos queridos, hoje é basicamente uma família. Porém, se for para colocar no papel tudo o que aconteceu até aqui, o Crossover Nerd nasceu de fato, nos anos 80.

Cresci em uma família que sempre prezou muito pelo estudo. Meu finado pai era um homem muito inteligente e instruído. Minha mãe e minha tia, sempre incentivaram que eu e meu irmão, sempre estivéssemos lendo. Em nossa casa era muito comum livros, enciclopédias e claro… as revistas em quadrinhos! Desde que aprendi a ler, mais ou menos entre 1985 e 1986, eu sempre estive envolvido com a leitura.

Isto acabou por ser minha válvula de escape para basicamente tudo na vida. Eu sou um grande fã da história da humanidade, teorias de conspiração e histórias religiosas, graças aos longos períodos que passei lendo enciclopédias e livros. Mas, era nos quadrinhos que toda a leitura de fato, passava a me inspirar. Fora os quadrinhos da Turma da Mônica (Que sempre foram muito comuns para nós brasileiros), cresci lendo publicações da Marvel e da DC que chegavam ao Brasil pela editora Abril. Haviam também outras revistas que eram trocadas em sebos ou bancas de troca. Era muito comum eu ter exemplares da Ebal (Extinta editora Brasil-America) de alguns de meus heróis favoritos. Eu tinha exemplares em casa que deixaria qualquer nerd de hoje ouriçado.

Toda esse foco se estendeu por toda a minha adolescência. Nunca fui bom em futebol. Aliás, nunca me interessei por esportes em geral. Joguei muito basquete, que de fato é o único esporte que gosto e sei jogar. Outra coisa que sempre me acompanhou desde a infância, são as artes marciais. No final eu tinha na leitura, nas artes marciais e nos games (quem era adolescente nos anos 90, sabe como os games foram demais!) todo meu refúgio particular. Ok! Me tornei adulto, me formei na faculdade, comecei a trabalhar em uma empresa privada, me casei e me tornei pai. O Fluxo da vida seguiu normalmente para mim. Porém a leitura, as artes marciais e os conhecimentos gerais me seguiram até hoje.

A mais ou menos 5 anos atrás, eu tinha começado um canal no Youtube para gerar conteúdo do jogo World of Warcraft. Foram quase 3 anos de dedicação a este trabalho e onde foi que conheci pessoas maravilhosas no mundo da internet. Dentre estas pessoas, conheci o Rogerio Coja, do canal do Youtube CojaGamer. Além de sempre ser um parceiro na geração de conteúdo de WoW, ele era uma das pessoas que sempre me diziam: “Cara, você explica muito bem sobre heróis… porque não monta algo relacionado a isso?”. Não apenas ele, mas muitos amigos pessoais também me diziam a mesma coisa.

Após um tempo trabalhando com o Youtube, percebi que estava além de tudo, ficando sem minha família e os resultados destes trabalhos não estavam sendo bons. Resolvi abandonar este projeto. O problema, é que sou uma pessoa que precisa estar falando sobre assuntos Nerds com alguém. Como eu havia dito, isso é uma das minhas válvulas de escape e é isto que me acalma das atribulações da vida. Foi aí, que também apoiado por minha esposa, comecei humildemente o site do Crossover Nerd. Começamos 2019 com algumas postagens sobre assuntos diferenciados e aos poucos, os leitores do site foram escolhendo seus conteúdos. O site foi de forma tranquila até agosto de 2019. Aí então… que veio nossa maior mudança! A criação do CrossoverCast!

Eu sempre achei que podcasts fossem um ótimo modo de se compartilhar conteúdo. Aqui em nosso país existem incríveis podcasts de conteúdos variados mas existe um que pra mim, é incrível: O Confins do Universo do site www.universohq.com. Desde o primeiro dia que eu ouvi a forma como eles fazem, a conversa entre amigos, as lembranças e a forma como o ouvinte é tratado, eu me tornei fã do podcast deles. Com esta idéia na cabeça, eu e minha esposa decidimos começar nosso podcast junto a pessoas que já compartilhávamos várias idéias: Bruno Azevedo (Sobrinho de minha esposa) e Pedro Fuzaro (irmão de minha esposa). Assim, começamos o CrossoverCast.

Ao mesmo tempo, o site se tornou “.com” e várias das coisas que aprendi nos anos de parceria com Rogerio Coja, me serviram para cuidar deste projeto de forma correta. Com o tempo, não só o podcast mas as postagens do site ficaram melhores e mais coesas. Conseguimos inclusive, parceria com o site da Amazon para descontos em livros e quadrinhos! Tudo passou a ter um melhor padrão. Ao mesmo tempo, minha prima Mari Silva se juntou a nós para escrever os reviews de Anime e a equipe do podcast, Gabriel Oliveira, Amaro Assad e Juca chegaram como reforço.

nerd
Léo Palmieri, Andressa Palmieri, Pedro Fuzaro, Mari Silva, Gabriel Oliveira e Bruno Azevedo

O Crossover Nerd era como se eu visse de forma humilde, meus sonhos realizados na forma de manter minha necessidade de sempre tratar de assuntos Nerds sempre que possível. Hoje, após um ano, ele têm para mim uma importância familiar. Estou do lado de pessoas que eu gosto, de pessoas que gostam do que eu gosto e que também, gostam de dividir seus conhecimentos com o herói desta história:

VOCÊ!

Sim… Desde o começo eu sempre achei que conhecimento bom, é o que é passado para frente, compartilhado. Sempre gostei muito de tirar as dúvidas de meus amigos nos encontros festivos, compromissos de empresa ou qualquer outro lugar. Se a pessoa tinha dúvidas sobre samurais, eu explicava. Se a dúvida era sobre história, eu explicava. Se era sobre conteúdo nerd então, era explicação para mais de horas! O Crossover Nerd existe pois VOCÊ QUERIDO OUVINTE/LEITOR/SEGUIDOR, nos deu uma chance de compartilhar nossos conhecimentos com você!

Portanto, um parabéns ao primeiro ano de vida do nosso projeto Crossover Nerd e um muito obrigado a TODOS que fazem parte desta história!

Obrigado pela atenção, e até mais!

Léo Palmieri

Avatar

Léo Palmieri

Pai, marido, nerd. Fã do Surfista Prateado e do Superman, juntou uma equipe de super-pessoas para trabalhar no projeto Crossover NERD com o intuito de divulgar o belíssimo mundo geek!

%d blogueiros gostam disto: