Contos do Multiverso das Trevas Vol. 1 – O que dá errado, dá errado de novo!

Contos do Multiverso das Trevas Vol. 1 – O que dá errado, dá errado de novo!

Contos do Multiverso das Trevas Vol. 1 é uma nova publicação “Elseword” (As famosas histórias da DC relacionadas a realidades paralelas) da editora das Lendas em 2020 e foi publicada aqui no Brasil pela Panini. Trazendo eventos do famigerado “Multiverso das Trevas” que foi nos apresentado na série Dark Knights: Metal, nesta primeira parte da publicação acompanhamos 5 volumes desta loucura, porém atrativa, publicação. Segue abaixo, nosso review sem spoilers deste quadrinho.

Como funcionam os Contos do Multiverso das Trevas Vol. 1?

A princípio, basta saber que os 52 universos existentes, possuem um espelho. E este espelho, é composto de mais 52 universos, mas que ficam sob uma camada sombria (Por isso o nome “trevoso”). A história é narrada por um personagem chamado Tempus Fuginata, um guardião do Multiverso e que nos diz no começo da história, que uma nova “Crise” se aproxima e ele deve procurar campeões nos universos, mesmo nos universos das Trevas. Neste primeiro volume, ele observa 5 terras diferentes e 5 grandes eventos que aconteceram nas histórias da DC. Vamos a elas!

Contos do Multiverso das Trevas
O Multiverso comum e sua contraparte “das Trevas”.

Evento A Queda do Morcego

Nesta Terra que Tempus Fuginata observa, os eventos da queda do Morcego ocorrem normalmente, com Batman sendo quebrado por Bane, O Azrael Jean-Paul Valley se tornando o novo e violento Batman, Bruce se curando e voltando para Gotham para “destronar” Jean-Paul. Porém, nesta Terra, Bruce é derrotado por Jean-Paul e aprisionado por 30 anos em uma torre, completamente esquartejado e Gotham, se tornou uma cidade controlada por um julgo religioso de Azrael. A Partir daí, começa um novo desenrolar da história. Este conto é roteirizado por Scott Snyder em conjunto com Kyle Higgins e desenhado pelo incrível Javier Fernandes.

Deu ruim pro Batman!

Evento A Morte do Superman

Nesta outra Terra, Tempus contempla o evento da morte de Superman. Aqui, Superman morre lutando contra Apocalypse e durante seu funeral, Lois Lane culpa todos os heróis pela morte de seu amado. Em uma viagem solitária a Fortaleza da Solidão, o Erradicador aparece lhe dizendo que chegou atrasado para retornar a vida ao Kryptoniano e Lois, se oferece para ser a hospedeira do poder. Assim, se tornando uma “Super-Mulher”, passa a agir combatendo conflitos, vilões em um estilo “Injustiça” de ser, até o momento onde ela é confrontada por heróis. O desenrolar deste conto é surpreendente. Roteiros por Jeff Loveness e desenhos de Brad Walker.

Lois no modo Full Pistola!

Evento A Noite Mais Densa

Nesta outra Terra, Tempus assiste aos eventos da incrível saga A Noite Mais Densa. Após todos os eventos desta grande Saga, acompanhamos quando Sinestro falha (ao invés de ter sucesso) ao dividir a luz branca que derrotaria o vilão Nekron. Por esta falha, a praga “Zumbi” se espalhou mais e mais e inclusive, desenrolou até mesmo com a chegada de Novos Deuses Zumbis (Isso mesmo, Darkseid Zumbi da massa!). Columba, Sinestro e o famigerado Lobo, tentam corrigir todo esse rolo com a ajuda do Senhor Milagre. O final é surreal. Roteiros de Tim Seeley e desenhos de Kyle Hotz.

Darkseid Zumbi! é Isso!

Evento Crise Infinita

Tempus também, contemplou uma das famosas “Crises”. Nesta Terra, acompanhamos os eventos da Crise Infinita mas, antes de ela começar de fato, onde O Besouro Ted Kord, mata Maxwell Lord ao invés de ser morto por ele. A partir daí, Ted toma todo o poder do projeto OMAC para si e começa uma jornada em que acredita ser “o certo para a humanidade”. É óbvio que os personagens centrais da trama Alexander Luthor da Terra 3, Super Boy da Terra primordial (da época) dão as caras aqui e o negócio fica tenso. Roteiros de James Tinion IV e desenhos de Aaron Lopresti.

Contos do Multiverso das Trevas
“Besouro Azul não mata!”

Evento O Contrato de Judas

Contos do Multiverso das Trevas Vol. 1 termina com a saga mais famosa dos Jovens Titãs: O Contrato de Judas. Tempus aqui, cita que os eventos da Saga são modificados por uma demonstração de empatia, ao invés de toda a situação criada pelo Exterminador junto a Tara Markov, a traidora Terra. Aqui, após uma conversa com Dick Grayson sobre ser alguém fora da tutela do Batman, Tara resolve ser alguém fora da Tutela do Exterminador e toma as rédeas da situação, traindo o vilão e resolvendo ter seu destino em suas mãos. Mas, no melhor estilo UNIVERSO DAS TREVAS de ser. Essa de longe, é a história mais descabelada e com o final mais “WTF?” dos contos, porém vale a pena ver as consequências desta Terra alternativa. Roreiros por Kyle Higgins & Matt Grom e desenhos por Tom Raney.

Contos do Multiverso das Trevas
Em qualquer Terra, Tara é doida!

A tradução nacional, ficou por conta de Diogo Prado.

Contos do Multiverso das Trevas Vol. 1 vale a pena ser comprada?

Se você é fã de histórias alternativas, gostou de Dark Nights: Metal, Dark Nights: Death Metal e é aficionado por histórias relacionadas ao Multiverso, você vai se divertir muito lendo estes contos assim como eu me diverti. Embora eu tenha ressalvas pesadas à criação do Multiverso das Trevas e ache que Scott Snyder descambou no LSD pra escrever isso, ver um melhor desenvolvimento destas Terras Alternativas, é bem legal. Vale lembrar, que logo logo sai o Volume 2 com outros eventos deste multiverso que já eram problema por si só, mas que deram mais errado ainda, como Flashpoint, por exemplo. Portanto, recomendo essa publicação pra quem é fã dos assuntos citados. Eu só não recomendo esta publicação, para quem não leu nenhum dos eventos citados, pois eles contém alguns spoilers pesados das tramas originais e que podem, estragar a leitura das mesmas. Portanto, se for ler Contos do Multiverso das Trevas Vol. 1, leia as sagas originais antes para o efeito da leitura ser melhor.

Nota do Redator: 3/5

Espero que vocês tenham gostado deste review sem spoilers e que tenham ficado com vontade de ler este encadernado em Capa-Cartão da Panini, contendo 256 páginas! Caso queiram comprar o exemplar na Amazon, clicando aqui ou no site da Panini aqui. Sebos virtuais e Comic Shops já tem o material também.

Obrigado pela atenção e até mais!

Léo Palmieri

Léo Palmieri

Pai, marido, nerd. Fã do Surfista Prateado e do Superman, juntou uma equipe de super-pessoas para trabalhar no projeto Crossover NERD com o intuito de divulgar o belíssimo mundo geek!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *