fbpx

Arakawa Under The Bridge – Uma sociedade alternativa debaixo da ponte

Arakawa Under The Bridge é de longe uma das obras mais doidas e engraçadas que já tive o prazer de conhecer. De todos os animes de comédia que vi, foram poucos os que realmente me fizeram rir e esse, definitivamente é um deles. Perdida por uma madrugada, acabei aceitando uma recomendação qualquer de algum youtuber aleatório, pensando que me entreteria levemente com algum romance clichê (sim, essas eram minhas expectativas sobre esse anime… ledo engano). O que realmente aconteceu foi eu me contorcer às gargalhadas até o sol nascer naquele dia.

arakawa-under-the-bridge-00
Sim… você vai rir… muito!

O inesperado vem de baixo…

Arakawa Under The Bridge conta a história de Kou Ichinomiya, um jovem empresário muito bem-sucedido que, um dia, enquanto andava pela passarela de uma ponte, é atacado por crianças delinquentes que roubam suas calças. Na desesperada missão de recuperar a dignidade, Kou conhece uma estranha e bela garota chamada Nino, que se oferece para ajudá-lo. Porém, Kou prontamente recusa, já que foi educado a nunca aceitar favores e considerar qualquer dívida como sagrada. Devido a essa teimosia, o garoto cai da ponte e acaba sendo salvo por Nino, a quem agora ele deve o maior dos favores, no valor de sua própria vida. Disposto a pagar qualquer coisa pra se livrar dessa “maldição”, ele não espera que Nino cobre algo completamente inesperado: que Kou venha morar embaixo da ponte com ela e seja seu namorado.

arakawa-under-the-bridge-01
O protagonista Kou e Nina

Após esse começo bastante diferente para um romance, acompanhar a vida do pobre Kou embaixo da ponte, tendo que lidar com as peculiaridades não só de Nino, mas de todos os habitantes desse ambiente incomum, é uma experiência absolutamente hilariante. Cada um dos personagens da obra tem destaque nessa comédia e suas personalidades esquisitas temperam a história (eu preciso dar destaque para a irmã e o chefe Kappa… Meu deus, como eu ri das cenas deles).

arakawa-under-the-bridge-03
O engraçadíssimo Kappa

A mensagem de Arakawa Under The Bridge

O Kou por si só é um protagonista muito bom, que cria uma boa relação com a audiência, causando identificação com as dificuldades que ele passa tentando aplicar sua lógica mais racional à realidade absurda dos habitantes da ponte. Além disso, ele também tem o importante papel de aprender e ensinar que a estranheza é, na verdade, só um ponto de vista, e isso para mim (como estudante de psicologia que sou, ui!), é a maior lição desse anime: entender o outro sob a ótica dele mesmo, sem tentar encaixá-lo em modelos preconceituosos prontos. As peculiaridades de cada um são válidas, sejam quais forem. O Kou até tem uma espécie de insight mais detalhado sobre isso em um dos episódios e dá um tapinha na nossa cara (de leve, só para ficar esperto) e reavalia suas próprias crenças.

arakawa-under-the-bridge-04
Visão sem preconceitos

Talvez até possamos considerar isso uma velada crítica à sociedade japonesa (e à nós todos), tradicional e rígida, que desincentiva as individualidades em prol de uma visão única de sucesso (refletida na figura caricaturada do Kou)? Não sei, fica a reflexão. Só sei que, ao final, você acaba se acostumando com as doideiras de cada um e percebe que, se eles são felizes e funcionais nesse ambiente, não tem problema nenhum que alguns só andem sobre linhas brancas ou outros achem que estão sendo perseguidos pelo governo. Os absurdos vão se tornando… normais.

Parte técnica

Quanto às partes técnicas, a animação e design de personagens são muito bons e de qualidade satisfatória, encaixando bem na temática “brisada” da história (inclusive as partes em live action no fim de cada episódio), o que complementa a ideia e contribuem para boas gargalhadas. A trilha sonora também não deixa a desejar.

Bom, mas estas foram as partes boas e, infelizmente, preciso ressaltar alguns pontos que me incomodaram (embora não tenham estragado a experiência), e que possam incomodar vocês também. Além de ser engraçada e não se levar a sério na maior parte do tempo, essa história apresenta também um tímido e contrastante quebra-cabeça que vai se formando no decorrer das temporadas. Em meio a uma trama majoritariamente episódica, são levantados mistérios aqui e ali, que demonstram que havia coisas importantes a serem reveladas sobre o passado de alguns personagens (principalmente sobre a Nino e o chefe Kappa)… Só que o espectador é deixado só na vontade mesmo e a sensação de incompletude, de não chegar a lugar algum, de ser enganado com falsas promessas de algo minimamente sério surgem na mente com o fim do anime. Ou foi assim que eu me senti.

Advertisements
Loading...
bizarro
Não tente entender… apenas assista!

Outra coisa que merece destaque pelo caminhar lento e falta de desfecho é o romance entre Kou e Nino. Para mim, que tinha expectativas particularmente grandes nesse aspecto, a decepção foi até maior do que deveria. Foi triste ver um casal tão diferente e com tanta química não receber mais atenção do enredo, que apesar de lhes proporcionar cenas muito fofas e memoráveis, ainda deixa aquela incômoda sensação de “E aí? Não vai ter mais nada?”. Será que eu estava esperando demais?

Arakawa Under The Bridge vale a pena?

Enfim, esse anime foi um achado muito bem-vindo que fiz no ano passado. Fiquei triste de saber que não havia mais continuações depois da segunda temporada (só uma versão da história em live action, lançada em 2011, e que não me atrevi a ver). A última temporada terminou em 2010 com um super cliffhanger. Tanto ela como a primeira contam com 13 episódios produzidos pelo estúdio Shaft.

kou e nina

A autora da obra, Hikaru Nakamura, escreve o mangá desde 2004 e produziu também o comentado Saint Onii-san (aquele mangá em que Jesus e Buda são colegas de quarto enquanto passam férias na Terra). Definitivamente uma mulher muito criativa (talvez até um pouco doida), e com certeza vale a pena acompanhar o trabalho dela. Arakawa Under The Bridge eu mesma garanto que vale!

Espero que tenham gostado deste review. Obrigado pela atenção e até mais!

Advertisements
Loading...

Mari Bortuluzzo

Mari Bortuluzzo

Universitária porque o capitalismo obriga e otaku por amor. Já que não dá pra engrenar na carreira de Hokage, a gente escreve sobre os nossos animes favoritos e espalha a palavra desse universo tão vasto e divertido.

%d blogueiros gostam disto: